Edson Campolina

A luz reflete no corpo que se movimenta, porém a instantaneidade do olhar humano não consegue captar o rastro do movimento. Para “congelar” um movimento é necessário, antes, sua captura. Diferente de um vídeo em câmera lenta que apenas retarda os gestos, minha fotografia busca o rastro de corpo e luz.

Após muito estudo, prática e desenvolvimento técnico, passei a mesclar técnicas de captura para produzir imagens, algumas vezes oníricas, despersonalizando o intérprete, resignificando sua expressão corporal ignorando a narrativa da coreografia, desconfigurando corpos, duplicando, multiplicando, criando rastros inexistentes. Este ato fotográfico, consciente, usa a arte do movimento corporal para geração de uma nova arte, um novo produto, uma outra sensação, um outro impacto. Desenho, escrevo, rabisco, pinto, crio com a luz que reflete a graciosidade da expressão corporal.

Este é o conteúdo principal deste espaço, embora eu apresente outros trabalhos na página Blog e Galeria. Se quiser saber mais, use o formulário de contato e terei prazer em dialogar contigo.